ComportaUtopia
Terra Panda

A Deyrolle e Victor Broglie são os autores de um parque inovador virado para os princípios da sustentabilidade ambiental que vai nascer em Chengdu, na província de Sichuan, na China.

 

Trata-se de um parque cultural, ecológico e turístico, centrado no panda-gigante, que será implantado entre a vasta e emblemática zona de investigação e proteção dos pandas-gigantes.

Baseado no tríptico que norteia a Deyrole (Natureza-Arte-Educação), numa área de 220 hectares adjacente ao parque dos pandas, vão ser erguidos vários centros científicos, culturais e educativos, interligados e construídos a partir de soluções tecnológicas que permitem reduzir ao máximo o impacto ambiental.

O parque “Terra Panda” vai estar assim estruturado em torno de oito pólos:

  1. Um museu inovador que cruza conhecimentos sobre ciências naturais e artes, numa instalação de bamboo inspirada na “Arca de Noé”.
  2. Um centro do Panda, dedicado à investigação sobre esta espécie animal, através de criações intelectuais e artísticas.
  3. Uma quinta baseada em princípios de agroecologia e sistemas agroflorestais.
  4. Uma escola alternativa que previligia o desenvolvimento sustentável, a autonomia e a inovação.
  5. Uma incubadora ou centro de inovação acolhedor para Starups dentro dos domínios da Low e High tech em ligação com a alimentação, a saúde e o bem-estar.
  6. Um centro de medicina reconectiva (media medicine), um Wellness & Consciousness Resort.
  7. Um centro de reciclagem e transformação da matéria para uma melhor compreensão sobre o processo de reciclagem.
  8. Um centro de conferências e de exposições em torno do panda e do tríptico Natureza-Arte-Educação.