ComportaUtopia
Maya Velge

Carta do presidente

PEDRO BINGRE DO AMARAL - Professor e Investigador no Politécnico de Coimbra

Perante o cenário que nos deixou este Passado recente, o projeto Comporta Utopia representa uma oportunidade para mudar de rumo e criar uma nova forma de ordenar os usos do solo e de desenhar a ocupação humana.

Ver +

Testemunhos

São inúmeros os apoiantes nacionais e estrangeiros a esta associação e ao projeto Comporta●Utopia. Conheça os motivos que fizeram com que dessem a cara por esta causa que é de todos e para todos.

Consulte aqui o seu testemunho na íntegra.
Comporta●Utopia
Um projecto que defende o ecossistema singular da Comporta baseado no tríptico Natureza-Arte-Educação. Garante a harmonia entre o habitat natural e a atividade humana, preservando adequada e respeitosamente os recursos. Uma visão consciente e sustentável centrada em sete centros que potenciam um desenvolvimento eco-turístico inovador.
Comporta Utopia
Louis Albert de Broglie
Louis-Albert de Broglie é um cidadão francês com residência em Portugal, lidera o grupo empresarial Deyrolle e é um ecologista ativo na cena internacional com diversas iniciativas pela defesa do ambiente, da biodiversidade e do equilíbrio natural em ecossistemas especiais.

Projetos

Conheça os projetos ecológicos que Louis Albert de Broglie lidera e aos quais tem dedicado todo o seu tempo de forma apaixonada e comprometida.

Destaques

Imprensa
Entrevista: “Eu não desisti, fui empurrado para fora da corrida”

O príncipe francês que quer comprar a herdade da Comporta questiona o processo de venda do complexo. Em entrevista ao Observador, Louis-Albert de Broglie fala em "falta de transparência" e amadorismo.

 1 Outubro, 2018
Louis-Albert de Broglie
Imprensa
Entrevista: Louis-Albert, o príncipe jardineiro com grandes sonhos para a Comporta

Entrevista: Louis-Albert, o príncipe jardineiro com grandes sonhos para a Comporta O príncipe francês Louis-Albert de Broglie é conhecido como o Príncipe Jardineiro, alcunha que provém do tempo em que Louis-Albert começou uma plantação de tomates em França. De lá para cá, mudou-se para Portugal, apaixonou-se pela Comporta e quer preservar a todo o custo […]

 20 Setembro, 2018
Comporta air view
Imprensa
Cinco razões para não vender a Comporta, segundo a ZERO

ZERO e a Associação Transparência e Integridade defendem que as exigências atuais no âmbito de ordenamento do território “não são compatíveis com projetos imobiliários especulativos que desrespeitam legislação europeia”. As Associações referem-se à venda da Comporta, enunciando cinco razões para não se avançar com o negócio.

 17 Setembro, 2018